NOTÍCIAS

América Latina começa vacinação contra Covid

México, Chile e Costa Rica começaram a administrar as primeiras vacinas Covid-19 da América Latina na quinta-feira, 24 de dezembro, enquanto a região mais atingida pela doença busca alívio da pandemia.

A primeira injeção foi transmitida ao vivo de um hospital no México e exibida durante a coletiva de imprensa diária do presidente Andres Manuel Lopez Obrador. Foi administrado ao chefe de enfermagem de uma unidade de UTI do Hospital Geral da Cidade do México. No Chile, o governo selecionou cinco profissionais de saúde para a vacinação, que também foi televisionada. A Costa Rica também iniciou sua campanha de vacinação na quinta-feira. Todos os três estão aplicando tiros da Pfizer Inc.

Chegada da Vacina

A chegada da vacina oferece um vislumbre de esperança para uma região particularmente devastada pelo vírus. O Brasil tem o segundo maior número de mortes causadas pelo vírus no mundo, com o México logo atrás em quarto lugar. A taxa de mortalidade do México também é uma das mais altas do mundo. A ocupação hospitalar da Cidade do México atingiu 85% e um estudo diz que os serviços de saúde podem ficar sobrecarregados em breve.

“O México é o primeiro país da América Latina a ter essa vacina”, disse o presidente do México em uma coletiva de imprensa. “A Pfizer está cumprindo seu compromisso.”

O governo do México planeja vacinar cerca de 3.000 pessoas na quinta-feira, o que as autoridades estão chamando de um ensaio. Espera-se que a Pfizer envie mais 50.000 doses para o México na próxima semana.

No Chile, um avião chegou na quinta-feira de manhã com as primeiras 10.000 doses do país. Durante uma conferência de imprensa, o presidente Sebastian Pinera disse que o país pretende vacinar a maioria dos profissionais de saúde e cidadãos em risco – cerca de 5 milhões de pessoas – no primeiro trimestre de 2021.

O Brasil, país da América Latina com maior número de casos de Covid-19, ficou para trás na corrida da região para inocular a população. O impulso para obter injeções foi prejudicado por lutas políticas e retrocessos no cronograma da vacina Coronavac produzida localmente.

Quando a vacina será aplicada na América Latina

A primeira data divulgada até agora para a vacinação na maior economia da América Latina é 25 de janeiro, apenas para o estado de São Paulo. O Supremo Tribunal do país também determinou que os brasileiros podem ser obrigados a tomar a vacina.

Embora as nações latino-americanas tenham ficado para trás dos países desenvolvidos em seus programas de implantação de vacinas – os EUA já administraram mais de um milhão de doses -, o México e o Chile garantiram mais doses do vírus do que qualquer outro país na região.

300.000 doses da vacina russa Sputnik V chegaram à Argentina na quinta-feira também. O presidente Alberto Fernandez agradeceu ao presidente russo, Vladimir Putin, em uma postagem de mídia social no Twitter na tarde de quinta-feira, pelo “compromisso” que ele demonstrou à Argentina e disse que o carregamento dará início à maior campanha de vacinação da história do país.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo