NOTÍCIAS

Jamaica busca ser um pais mais limpo e mais verde após pandemia

A Jamaica tentará se reinventar como um destino “mais limpo e mais verde” após a pandemia de Covid-19, de acordo com o ministro do Turismo, Edmund Bartlett.

Somente assim o destino caribenho pode se proteger de choques futuros para a indústria do turismo global, explicou o ministro.

“Precisamos agora abraçar novas estratégias, uma nova orientação, um novo foco, uma nova missão e um novo ethos que irão garantir que nosso setor de turismo seja capaz de se ajustar ao novo normal de ameaças constantes e desestabilizadoras para garantir sua adaptabilidade, agilidade e, em última instância sobrevivência na era pós-Covid-19.

Jamaica busca ser um pais mais limpo e mais verde após pandemia
Jamaica busca ser um pais mais limpo e mais verde após pandemia

“Há muito tempo conversamos sobre nichos de mercado; no entanto, precisamos agir rapidamente para identificar e direcionar os nichos de mercado que darão à Jamaica uma vantagem competitiva na era pós-Covid ”, acrescentou.

“Há uma oportunidade considerável para a Jamaica alcançar competitividade e resiliência estabelecendo-se como um destino sustentável com base na exploração de nossa vantagem natural com respeito a potenciais nichos de mercado como saúde, bem-estar, natureza, cultura e patrimônio, bem como gastronomia.”

Os comentários foram feitos durante um discurso online para Jamaica Money Market Brokers (JMMB).

O ministro Bartlett argumentou que o Caribe foi uma das regiões mais afetadas do mundo durante a pandemia, em grande parte devido ao turismo dependente.

As nações caribenhas dependentes do turismo perderam cerca de 12% de seu PIB no ano passado, em comparação com a contração econômica global de 4,4% no mesmo período.

O WTTC estimou que seis milhões de empregos na indústria de viagens e turismo e mais de US $ 110 bilhões em contribuição para o PIB foram perdidos apenas na América Latina e no Caribe em 2020.

De uma perspectiva nacional, disse Bartlett, a economia jamaicana está sofrendo com o forte declínio nas chegadas de turistas nos últimos 14 meses. 

Leia também

Antes da crise, o turismo gerou empregos diretos para cerca de 175.000 jamaicanos e empregos indiretos para mais de 354.000.

Foi também o maior contribuinte individual para o PIB, a principal fonte de receitas externas e uma das principais fontes de exportações. 

Apesar das perdas, no entanto, houve alguns sinais de recuperação.

“Estou animado com o início da recuperação do setor de turismo”, disse o ministro.

“A força de trabalho do turismo é estimada agora em 70 por cento de sua capacidade pré-crise.”

A Jamaica recebeu mais de 135.000 visitantes em maio e espera receber mais de 155.000 em junho.

“Felizmente, a vacinação rápida nos Estados Unidos e em outros mercados de origem está dando um vislumbre de esperança de que a confiança nas viagens internacionais se recupere em breve”, concluiu o ministro Bartlett.

 

Artigos relacionados

5 1 vote
Deixe uma nota
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
Optimized with PageSpeed Ninja